A MINHA verdade…

Bom dia a todos, enfim depois de 6 dias calada….

Primeiro de tudo gostaria de contar um pouquinho da minha tragetória no CEUAS… e esclarecer q esse blog NÃO pertece ao CEUAS e sim a mim =)

Entrei em um sábado de Aleluia, quem me colocou pra dentro foi o Caboclo Araitã… foi um dia inesquecível… entrei em uma fase onde estava trocando o dirigente… as giras foram passando… a cada gira eu aprendia mais… me tornei cambona, foi muito bom… aprendi demais… Jandira… Vovó Rita… me ensinaram muito!!

Mudamos de lugar, começamos do zero… cara coragem e coração…. o aprendizado continuou… eu fiz todos os cursos q podia… foi muito bom! Cambonei e aprendi Sete Pedreiras e Pai Joaquim… com eles aprendi muita coisa… uma pena q nem todos tiveram as mesmas lições… com um aperto no coração aceitei a evolução… não aceitei da noite pro dia… foram quase 2 anos de muita aprendizagem para entao me sentir preparada (nao 100%) para dar um passo além… fomos para o passe… foi uma fase maravilhosa, aprendia agora não só com as outras entidades… as também com as minhas… cada lição… cada momento… foi tudo mágico… em quase um ano fomos para Mironga… difícil… muita responsabilidade… medo… mas amparada pela segurança de minhas entidades… amparada pela confiança de Sete Pedreiras.

De uns meses pra ca as coisas mudaram… o centro começou a receber muita carga negativa externa… e hj percebo q interna também… começaram as brigas por vaidade… interesse…. agora eu me pergunto… eu estava la TODAS as segundas e TODAS as quartas… estava presente em TODOS os trabalhos externos… e mesmo assim, com toda dedicação e amor que eu tinha pela casa eu presenciei umas das coisas mais bizarras da minha vida.

Nessa última sexta feira teve gira de esquerda, uma reunião antes… perdi boa parte da reunião… pois não tenho carro e condução em SP é quase uma aventura… mas no que peguei da reunião ouvi certas coisas q me incomodaram… a mais foi: “…por mim não precisava de assistência…” não vem ao caso dar nomes… mas ai eu pergunto: se não tem assistência para ajudar o que estou indo fazer la??? Onde vai entrar a caridade??? Afinal se for pra ir a um terreiro só pra incorporar eu nem saio de casa…. mas enfim essa é a MINHA opnião… a gira começou boa… e terminou muito boa… mas então aconteceu algo que sai fora do contexto religioso, humanitário e principalmente do sentido de caridade em si…

Mas uma vez digo que não darei os nomes afinal a idéia não é culpar pessoas e sim dar a MINHA verdade de tudo que aconteceu… um dos médiuns se excedeu na bebida, ficando impossibilitado inclusive de se locomover… quem ja viu alguém de fogo sabe do q estou falando… mesmo a meu contragosto, foi feito corrente… enfim foi feito pelos demais filhos de branco o q podia ser feito pelo bem estar do medium… qdo digoq  foi a meu ciontragosto é pq eu convivi com um alcoólatra e sei q isso so acontece pra chamar a atenção… mas enfim… tudo pelo coletivo… participei da corrente… qdo pareci q tudo estava resolvido, me virei para o congar como costumo fazer… rezei… pedi serenidade… um dos mediuns incorporou o exu para ajudar o médium q estava passando mal… eu achei bem curioso o fato, pois como vejo as entidades eu notei q o exu que estava trabalhando era diferente do de costume… não sei dizer se erra um exu diferente ou se a forma dele estava diferente… enfim…. continuei pedindo serenidade afinal cenas de bebedeira ainda mexem com meu emocional…

Então foi que aconteceu… escutei a voz de um exu conhecido… me virei… nada vi… olhei pro outro exu e o mesmo estava la… trabalhando muito… voltei pro outro medium e nada vi além dele… me calei… talvez esse tenah sido meu maior erro… enfim logo percebi o motivo de tudo aquilo… começou uma discussão terrivel entre esse médium “vestido de exu” e o Ogã da casa… muito desrespeito… muita humilhação… e quando o médium ficou sem respostas… sem alternativas achou q era hora de espalhar para todos e começou a apontar pessoas… ofender a moral das pessoas… foi uma cena lamentável… mais uma vez me calei… mesmo qdo esse medium bateu no meu peito se referindo a mim como: “essa porra…” eu me calei… me recusava a discutir com alguém tão fora de si… tudo aconteceu e mesmo assim eu continuei calada… houve outros médiuns que chegaram a discutir ou bater boca… mas eu não abri a minha boca… e vou explicar os motivos:

1º – aprendi a não discutir com bebado;
2º – me recusei a falar qq coisa q fosse pra quem no passado havia me ensinado tanto;
3º – embora tudo estivesse fora de contexto, eu ainda estava em uma casa santa e não quis participar dessa sujeira toda;
4º-  credibilidade só existe por conveniencia… do que adiantaria eu dizer q não tinha exu algum??? So acreditariam aqueles q fossem convenientes certo??? Afinal eu ainda não decidi se isso q Deus me deu é um dom ou uma maldição (no sentido figurado claro)… afinal qdo é pra exibir meus desenhos a verdade é clara… ams nesse caso tenho certeza q me apontariam como mentirosa… mas enfim esses sao os meus motivos por não ter aberto minha boca.

A situação foi bem mais grave do que posso relatar… só sei que em uma hora vi coisas e ouvi coisas que nesses meus 21 anos de umbanda eu não vi e nem li em lugar algum, se eu estiver errada quero q me corrijam… mas onde e em que lugar voces ja viram uma entidade mesmo de esquerda:

– humilhar e debochar de filhos de branco pela sua incorporação desajeitada enquanto ele esta em fase de aprendizagem e desevolvimento??
– ofender a moral das pessoas, apontando e inventando histórias sobre a vida pessoal de cada um???
– chamar aquele que tanto acredita nele de interesseiro???
– cobrar reconhecimento???
– manchar a memória dos mortos apenas para parecer ser mais do que realmente é??/
– falar mal de entidades maravilhosas, que fizeram por ele e pelos deles muito mais q ele conseguirá a vida inteira???
– dizer que carrega o centro nas costas, inferiorizando e  descartando todas as demais entidades do terreiro??? (mesmo sabendo e pregando que as entidades trabalham em corrente o tempo inteiro)
– desrespeitar outro exu jogando-o no chão seu médium como se fosse lixo????

Me desculpem a todos… mas não é preciso nem enxergar entidades para saber que isso foi um surto de vaidade extrema de alguém que é cobrado a ser o que jamais será e nunca terá a capacidade e muito menos a hombridade de ser quem ele é realmente.

E depois de tudo isso, depois de eu, meu marido, meus irmãos, um casal de amigos, termos deixado o terreiro ainda soube de muito mais q foi dito… absurdos… absurdos q me sinto em parte na obrigação de esclarecer.

Nós saimos do centro SIM mas porque fomos humilhados, ofendidos, agredidos verbalmente e moralmente por alguem que usou de falsidade espiritual para dizer o que pensava ao invés de ter coragem e humildade o suficiente para pedir que as pessoas que não lhe agradavam mais se retirasse… afinal… ele teria esse direito. Agora dizer que nós saimos pq vamos trabalhar em outro terreiro???? Faça-me o favor… pra começar o Fernando ja trabalha com a Dna Sueli a mais ou menos 6 meses, ele trabalha todas as quintas com ela, o que nunca atrapalhou em nada, muito pelo contrário, pq por se tratar de uma doutrita CARDECISTA era mais uma forma de aprendizado, mas como aprendi com mais essa lição, toda e qualquer forma de aprendizado é PROIBIDA não é?? Outra coisa, mais nenhum de nós pensou em se juntar ao trabalho deles, mesmo pq NÂO existe centro da dna Sueli… são mediuns que se juntam em trabalhos de curas… orações e CARIDADE coisa que ninguém esta familiarizado não é??? Ou voces acham q estar la de segunda e quarta é caridade??? Caridade é fazer o bem não importa a quem… todas as quintas eles se juntam e distribuem COMIDA a quem precisa… cesta basica… dificil compreender não é???

Enfim se alguns de vocês se sentem ALIVIADOS em não ter um de nós por perto… saiba que HJ depois de chorar, depois de muito aprender nesses ultimos 6 dias, eu agradeço ajoelhada:

SENHOR, OBRIGADA POR ME LIVRAR DE TODO ESSE MAL!!

O que antes pra mim era motivo de orgulho, hj depois de saber que tudo isso foi premeditado para se “livrar” de pessoas que estavam incomodando pela sua forma de pensar atuante… difícil engolir a vaidade??? Que decepção… o q era orgulho hj se tornou NOJO…

No mais o amor pela Umbanda continua cada vez maior… pelas entidades que tive o prazer de VER e conhecer sempre sera enorme… ja o pelas pessoas… sem maiores comentários.

Bem não sou dona da verdade, como dizem, sempre haverá 3 verdades: a MINHA, a SUA e a VERDADE de FATO.

O meu desejo é que esse médium consiga trabalhar tudo que aconteceu de forma construtiva e pare enquanto é tempo e recomece do zero… do jeito que esta o fim sera triste para todos os lados…

Desculpe a quem chegfou até aqui sem entender nada =)

Estou a disposição para quaisquer esclarecimentos que se façam necessários.

Carol

5 respostas para A MINHA verdade…

  1. flecha disse:

    Mulher…
    FE RACIOCINADA SEMPRE..
    juntos…sempre juntos…eu, vc e seus irmãos…fé e amor..

    parabéns pelo descritivo…
    parabéns pelo aprendizado..
    parabéns pela força..

    bj

  2. Fenando disse:

    A verdade acima de tudo…
    as vezes doi machuca mas é melhor ser uma pessoa comum do que se fazer especial…
    amo vc incondicionalmente…
    estarei sempre presente no dia…
    pena que algumas pessoas elevam a vaidade acima de humildade..
    amo vc..

  3. Simone disse:

    Nós todos estamos aqui para o que vcs todos precisarem como muito amor e muita sinceridade, pena que foi dessa forma porque em nenhum momento faltamos com respeito com o centro e muito menos com as pessoas, mas isso não vem ao caso.
    Contem com a gente.
    Beijos a todos.
    Amamos vcs.

  4. Rita Maria disse:

    Nossa só tres comentários e tantas visitas ué!!!!!

  5. Marco disse:

    Meus queridos…

    A Pedra

    O distraído nela tropeçou…O bruto a usou como projétil. O empreendedor, usando-a, construiu.
    O camponês, cansado da lida, dela fez assento.
    Para meninos, foi brinquedo.Drummond a poetizou.
    Já, Davi, matou Golias, e Michelangelo extraiu-lhe a mais bela escultura…E em todos esses casos, a diferença não esteve na pedra, mas no homem! Não existe “pedra” no seu caminho que você não possa aproveitá-la para o seu próprio crescimento.
    Independente do tamanho das pedras, no decorrer de sua vida. Não existirá uma, que você não possa aproveitá-la para seu crescimento espiritual. Quanto a sua pedra atual, tenho certeza que Oxalá lhes dará sabedoria, para mais tarde olharem para ela, e ter orgulho da maravilhosa experiência que causou em sua vida, no seu crescimento espiritual.

    Mesmo longe tenho vocês…Carol…Fê…Má…Rita em pensamento e estou sempre rezando por vocês…e tenham certeza que essa mudança, que era anunciada e nós sabemos bem disso será excelente para vocês.

    Beijo enorme!!! Amamos vocês!!! Saudades…

    Marco e Lucas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: