Vidas cruzadas

Boa tarde a todos!

Há muito tempo comecei a escrever um texto… e sempre esquecia de concluir para enfim publicar… mas o tempo passou e acredito que muita coisa tenha se perdido… minha vida mudou muito nos últimos meses… então resolvi que um novo texto seria apropriado… afinal conversando com um grande amigo hoje ele me disse uma coisa interessante: a vida de todo mundo esta seguindo em frente… e é verdade… todo mundo esta caminhando de acordo com o que a vida nos reserva… é certo que muita coisa mudou dentro de mim depois do tal dia fatídico… mas ao mesmo tempo não tenho do que reclamar das mudanças… então por não estar e nem me sentir apta para falar da vida de mais ninguém a não ser da minha própria… eis que voltei para contar as voltas e os passos q caminhei ao longo desses quase 5 meses…

Não posso negar que minha vida tenha seguido em frente, mas posso afirmar que tudo que se passou me serviu demais em todos os sentidos e sinto que contribui muito pro meu crescimento pessoal e espiritual…

Depois que sai do centro, por mais q a dor tenha me consumido demais por um tempo; o q não significa q não doa mais; eu consegui analisar cada ponto negativo e positivo de tudo o q houve… pude ver e compreender os motivos de cada um, principalmente os meus de tudo ter tomado a proporção que tomou… vi que tudo tem o tempo exato na vida e que nada acontece sem que seja pra acontecer… claro que agora que muitas cartas foram postas na mesa, me senti sendo injusta em alguns pontos, usada em tantos outros, mas tb me senti imensamente injustiçada… mas isso é um grande lado positivo, pois foi desse ponto que resolvi que apenas observar de longe seria o melhor a ser feito e no fim vi que o crescimento e o aprendizado nunca serão os mesmos para cada pessoa e estou feliz com tudo que aprendi. Depois de tudo o que houve e de tantas mentiras que se provaram ser verdades e das verdades que descobri serem mentiras eu encerrei esse capítulo e passei a me dedicar ao que tinha sobrado de melhor… então comecei a ler, estudar, conhecer tudo que pudesse sobre nossa maravilhosa religião, pois só o conhecimento é capaz de libertar as pessoas da “ignorância compartilhada adquirida” onde muita ente acaba se escondendo atrás da ignorância como desculpa pelo seus atos… sabe que isso era uma coisa que eu sempre admirei no dirigente do meu antigo centro… ele sempre estudou muito e nunca se mostrou sabedor de tudo… enfim… procurei ler o máximo possível diversos autores não somente sobre entidades especificas ou linhas especificas… mas a história da Umbanda… enfim… tentei aprimorar o que de melhor tinha.

Em nenhum momento desses 5 meses procurei um centro ou uma casa para trabalhar, digo isso pq diversas vezes cheguei a ver pessoas que saíram de seus centros e procurarem em outras casas a “sua” casa… e não sei… não acredito que seja assim… acho que na verdade as coisas são naturais… vem de novo aquele lance de afinidades… enfim não sei se estou certa ou errada… mas tenho certeza que o meu caminho vai acontecer…

Outra coisa interessante nesses 5 meses é que mais uma vez pensando em me fortalecer espiritualmente eu fui jogar búzios para saber a respeito de meus orixás… confesso que não gosto de cartas, tarô, búzios ou qq coisa do tipo que “preveja” futuro… não acredito muito em predileções, pois acho que o futuro somos nós que mudamos todos os dias… Olorum nos criou com o “poder” do livre arbítrio então não importa o quão grande é o plano dele se nós pequenos seres humanos não seguirmos nosso caminho com sabedoria e responsabilidade…então pra que serve saber o futuro se numa escolha errada podemos mudar tudo? Muito melhor viver o presente e cuidar para que cada dia seja tão bom ou melhor do que o anterior do que nos preocuparmos com o amanhã, afinal se o que fazemos hj reflete o que seremos amanhã então que plantemos hj somente boas sementes não é? Mas como minha finalidade quase que acadêmica era saber mais a respeito dos meus orixás de origem então valeu a pena… e pra critério de informação levo como orixás regentes: Yemanjá, Oxossi e Xangô =]

Bem em falar nisso como sou uma devoradora de teorias, acabei meio que criando minha própria teoria a respeito de Orixás… como sabemos no candomblé eles cultuam geralmente um Orixá principal que irá reger a vida do médium… que seria a feitura de Santo… na Umbanda não temos essa espécie de rito… e estudando algumas teologias percebi que chega a ser injusto dizermos: sou filho de Oxossi com Yemanja… afinal como médiuns somos instrumentos divinos a disposição de TODOS os Orixás… então me sinto filha de todos SIM!!

Sei que o post esta um tanto qto longo, mas são meses sem escrever… o q não significou que não tivesse o que falar então… continuando…

Claro que nesses 5 meses eu mantive contato direto e indireto com o lado espiritual, minha mediunidade e claro minhas entidades… participei de uma gira na casa da Dna Sueli em Novembro, foi bacana pra matar a saudade… no começo de Dezembro participei de um trabalho de esquerda com meu exu pela primeira vez de frente… e vou contar pra vocês… foi a maior lição que eu já recebi na vida… foi a lição que me jogou muita coisa na cara… vou resumir… era uma limpeza de ambiente em uma empresa, estávamos em 5 médiuns apenas. Ele veio, trabalhou e eu apaguei… de 3horas de trabalho me recordo de apenas 30 minutos… foi algo assustador… algo que jamais havia acontecido comigo, como já disse em post anteriores eu sou totalmente consciente e salvo algumas informações que simplesmente somem depois da incorporação, eu estou sempre presente nos trabalhos… mas dessa vez apaguei. Ele trabalhou, fez o que tinha que fazer disse aos presentes que não levaria a bebida ingerida, pois eu tinha uma lição pra aprender… obvio que isso estava ligado 100% ao episodio ocorrido na última gira do centro no qual eu sai… e assim a lição veio no dia seguinte em um sonho… uma mensagem ficou… e como sei q aprendizado guardado é ignorância compartilhada… eis que compartilharei o conhecimento:

“Você é humana e eu não… quem se altera com a bebida é você e não eu… eu posso trabalhar com ou sem… não importa… mas você bebeu e não participou do trabalho…. você por ser humana tem as suas limitações humanas e conhecê-las é fundamental, pois a lição é dada uma só vez! Se VOCE se respeitar eu tb te respeitarei… te respeitando tb estarei ME respeitando. VOCE aprende e NOS evoluímos, VOCE erra, NOS caímos juntos. Não importa o tamanho do erro e sim da lição aprendida, errar sem aprender é voltar pra trás! Você agora sabe como ir e até onde pode ir… e ir alem depende de onde vc quer chegar e como vc quer chegar.” – Exú Capa Preta

Bem tenho que admitir que eu realmente aprendi a minha lição… e confesso que não foi fácil… eu havia decidido não beber mais nada alcoólico a mais de um ano pois conforme minha nega me disse uma vez: ilha os dois caminhos não andam juntos, se você escolheu o caminho da mediunidade deve fazer escolhas, e comecei a notar q bebida sempre me fazia mal, por mais q fosse um gole apenas… eu morria de dor de cabeça depois… então escolhi o caminho da doação do que tenho de melhor: eu mesma. Então a partir dai eu bebia apenas na giras de esquerda, mas depois dessa lição que complementa o que presenciei no centro que trabalhava, eu vi que eu não precisaria usar a bebida em trabalhos de esquerda também, pois a bebida é usada apenas como um elemento para auxiliar o médium na interação com a entidade de esquerda que por ser bem humanizada acaba levando ao excesso confundindo-se ate mesmo com o próprio médium… mas depois dessa lição vi que seu uso era desnecessário, mesmo que isso exigisse de mim muito mais concentração e dedicação para que eu não interferisse no trabalho das entidades… e assim foi decidido e mantido.


No final de 2009 tive uma espécie de gira em minha casa mesmo onde foram feitas algumas firmezas e agradecimentos pelo ano que passou e pelo próximo que estava por vir… foi muito bom sentir mais uma vez a força das entidades e poder saber que mesmo eu não estando dedicando parte de mim a ajudar outras pessoas através delas, eu ainda podia senti-las trabalhando através de mim… e realmente o sentimento de gratidão por elas e por todas as outras que cuidam de mim com tanto carinho mesmo que agora não posso mais vê-las é grande demais… encerrou com a vinda da Dolores e do Seu Capa, ambos sem bebida, e vou dizer… não senti falta nenhuma… a bebida estava la… no copo pra eles e eles trabalharam a vontade com a bebida mas sem ingerir =))) uma coisa q me chamou atenção foi a Dolores se despedindo do Daniel dizendo que ficaria quase uma lua sem vir trabalhar comigo, mas que estaria sempre por perto… dai ele perguntou pq ela simplesmente riu kkkkk enfim o trabalho foi perfeito… e logo descobrimos o pq dela não vir mais =]


Depois desse episódio fiquei sem contato direto com minhas entidades… mas sempre cuidando da direita e da esquerda em casa… sem contar que mesmo que poder ver as entidades sempre sinto… coitado do meu pai sete pedreiras… bem que achou q tinha se livrado de mim kkkk que nada… não tem uma vez q eu não reze pedindo sempre pra ele e pra minha amada Vovó Rita que nossa me enche os olhos de saudades =]


Enfim em Fevereiro veio a maior virada de minha vida… descobri o que a Dolores disse em palavras avessas kkk eu estava grávida, finalmente o sonho de ser mãe estava se tornando real… como chorei, como agradeci… como lembrei das palavras do pai Joaquim: é minha filha logo será o seu a ser batizado… é meu pai… se não for no físico tenho certeza que o senhor dará a benção ao meu bebê de onde o senhor estiver =) e assim começou a melhor fase da minha vida… e é nessa hora vejo como Olorum trabalhou certo na minha vida, me mostrou talvez por caminhos tortuosos é certo… mas me mostrou que todo dia novos ciclos se iniciam… que as vidas sempre estarão cruzadas mesmo que os caminhos sejam diferentes… hoje consigo enxergar que sair do centro por mais doloroso que foi, teve seus motivos… foi o certo a ser feito… mesmo que as vezes doa olhar pra trás… cada um tem o seu tempo e a sua história e sei que é só o começo da minha…

Hoje com as coisas no lugar, cabeça e coração leves, me sinto mais feliz como jamais fui um dia… quem sabe da minha história e me conhece um pouco sabe o qto lutei pra ter o que tenho hoje… sabe que nada nem ninguém mudaria o que eu sou por dentro ou os meus valores, jamais compactuaria com uma mentira… não interessa por quem e com quem… o que eu acredito e o q eu trago dentro de mim valem muito mais… afinal o meu caráter não tem preço!


Um super beijo a todos =]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: